Notícias

05 de setembro de 2017 às 11:47h

Palestra na FIEPI foca relações Brasil X África

O diretor de Relações Institucionais da FIEPI, Ewerton Negri, representou o presidente Zé Filho

A Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN) promoveu, na manhã desta terça-feira (5), a palestra “África, Riscos e Oportunidades”, a cargo do consultor de negócios internacionais Altair Sousa Maia, especialista no mercado africano e autor de vários livros e artigos econômicos, com foco nas relações Brasil X África.

A Palestra, realizada no 8º andar do prédio da FIEPI, em Teresina, contou com as presenças de uma comitiva de africanos, que está em Teresina para conhecer processos de produção da maçã do caju e derivados; empresários e representantes de instituições. O diretor de Relações Institucionais da FIEPI, Ewerton Negri, representou o presidente Zé Filho.

Após a abertura do evento, feita pelo gestor do CIN/FIPEI, Islano Marques, o coordenador da missão africana e representante da empresa TecnhoServe, no Benin, James Obarowski fez uma breve explanação sobre as ações da empresa e, em especial, sobre a atividade do caju, onde o grande entrave no Benin ainda é o aproveitamento da polpa. “Para isso estamos no Piauí para conhecer as técnicas utilizadas no desenvolvimento dos diversos produtos do caju”, falou Obarowsk.

A TechnoServe é uma organização sem fins lucrativos internacional que promove soluções de negócios para a pobreza no mundo em desenvolvimento, ligando as pessoas à informação, ao capital e aos mercados. É registrada em Washington, com mais de 1.300 funcionários em 30 países em todo o mundo.

Logo após o relato do coordenador, o consultor Altair Maia iniciou a apresentação falando das relações Brasil x África; a competitividade no atlântico sul, e a expansão comercial do continente. “Hoje a África necessita de parceria. São duas palavras essenciais para o momento: parceria e para-diplomacia”, disse Maia. Sobre a missão africana em Teresina ele afirmou que: “vejo com muita importância essa troca de experiência lado a lado entre o Piauí e o País africano sobre os produtos do caju. A intermediação da FIEPI foi essencial para esse encontro empresarial”, ressaltou o consultor.

JÂNIO HOLANDA – ASCOM/FIEPI

Comentários